CAFÉ E ÁGUA, DUETO DE SUCESSO!

Café e Água

Café com água combina? Combina! Sabe aquele copinho de água que você recebe junto com o café? Confira opinião de especialistas e leigos sobre quando tomar a água junto com o café. Dúvida se toma a água antes ou depois é comum, não se preocupe, porque até os especialistas discutem o momento certo de tomar essa água. 

CAFÉ COM ÁGUA OU ÁGUA COM CAFÉ?

Há especialistas que defendem a ideia de tomar água gasosa antes porque limpa e ativa as papilas gustativas; outros dizem que pode ser água sem gás; outros que se deve beber após para tirar o gosto do café; há alguns que recomendam beber água junto, um golinho de cada; e há ainda um quinto grupo de especialistas: os que defendem o café como protagonista, que afirmam categoricamente que não há necessidade de água nem antes, nem depois.

No meio dessa divergência de opiniões, siga o seu próprio gosto, se te apetecer, tome água, na ordem que desejar, antes ou depois, ou não tome água, tome apenas café. Afinal, o que importa mesmo é a qualidade e a temperatura da água utilizada para o fazer.

CAFÉ BOM EXIGE ÁGUA DE QUALIDADE

Uma das características importantes da água é o índice de pH, tema este discutido em diversas tipos de indústria que usam a água como elemento dos seus produtos. Curiosamente esse índice, o pH, foi descoberto por estudos realizados em 1909 pelo químico dinamarquês, Soren Peter Lauritz Sorensen, com o intuito de controlar a qualidade das cervejas. O p é de origem da palavra alemã potenz, que significa poder de concentração e H do íon de hidrogênio.

Concluindo, o pH indica a acidez, a neutralidade ou a alcalinidade da água e essa característica é um elemento tão essencial para um bom café, que a Associação Americana de Cafés Especiais (SCAA) determina que a água apropriada para se preparar o café deve apresentar um potencial hidrogeniônico (pH) entre 5,0 e 6,5. Portanto, é aconselhável não utilizar água da torneira, ainda que seja filtrada, porque não se sabe o índice de cloro e outros elementos utilizados para sua purificação e pode modificar seu paladar.

O mais correto é utilizar água mineral e verificar o teor de Ph na embalagem da marca escolhida, para se obter um café com o paladar mais limpo. E, por fim, sempre lembrar de não permitir que a água ferva, para não perder as moléculas de oxigênio. A temperatura ideal é quente, mas, sem levantar as bolhas da fervura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *